• Dr. Michel Elyas Jung Haziot

A pior dor de cabeça que existe? Conheça a Cefaléia em salvas.

A cefaleia em Salvas é uma dor de cabeça mais rara que a enxaqueca e caracteriza - se por crises regulares, de dor de cabeça unilateral e cruciate, conhecidos como “período de salvas” que podem se estender por semanas ou até mesmo meses. Passada a crise, é se dá início a remissão, longo período de alívio, que pode durar por meses ou anos. O indivíduo que sofre da cefaleia em salvas, em geral homem, pode ter episódios de dores sempre no mesmo horário do dia ou no mesmo período do ano.

Quais são as causas da cefaleia em salvas? A hipótese mais aceita é a presença de anomalias na função do hipotálamo. O fato da cefaleia em salvas estar diretamente relacionada com o ciclo circadiano apenas reforça esta teoria, já que a regulação do relógio biológico situa-se no hipotálamo. É válido ressaltar que tal estrutura cerebral é encarregada por determinados mecanismos essenciais para a sistematização do corpo, incluindo a estruturação hormonal, do sono e o controle da temperatura.

Por que a doença é importante ? A cefaleia em salvas manifesta-se com uma intensa (piores dores conhecidas) dor unilateral, mais comum atrás ou ao redor do olho. As dor tem uma duração de 30 a 180 minutos. Uma característica importante é a presença no mesmo lado que ocorre a dor de : olho vermelho, lacrimejamento, coriza, queda da pálpebra (ativação autonomica). A intensidade da dor é tamanha que a simples ideia de que uma crise pode ocorrer causa pânico no indivíduo acometido, deteriorando sua qualidade de vida. É importante destacar que apesar das imensas dores e perigos que ela apresenta, a cefaleia em salvas não é uma doença fatal, entretanto, apesar de não possuir cura, existe tratamento eficaz.

Para poder ter uma boa qualidade de vida, o paciente deverá buscar o tratamento com um neurologista.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo